Surf Online

Adriano de Souza vence o Margaret River Pro e lidera o ranking mundial

Adriano de Souza (BRA) - Foto: @WSL / Kirstin Scholtz

O brasileiro Adriano de Souza se consagrou hoje ao vencer o Drug Aware Margaret River Pro, a terceira etapa do circuito mundial da WSL. Mineiro venceu o havaiano John John Florence na final por 17.53 a 16.87 e agora é mais líder que nunca do ranking mundial.

Depois de ficar em 3º na primeira etapa (Gold Coast) e de ficar em 2º em Bells, Mineiro venceu o evento com as melhores ondas do ano e protagonizou uma campanha digna de um sujeito que não só foi o melhor competidor nesses três primeiros eventos do ano como também é o líder do ranking mundial da WSL.

O John John Florence, Nat Young, Taj Burrow e Adriano de Souza chegaram as semifinais do Drug Aware Margaret River Pro com méritos. John John surfou muito a vontade (principalmente em The Box) provando mais uma vez que quando o mar cresce e os grandes tubos quebram seu surfe também cresce. O prodígio havaiano chegou até a semi sem muitas dificuldades, passando toda as suas baterias na primeira colocação. Nat Young é um dos melhores surfistas do tour em direitas com um bom tamanho. O norte-americano só perdeu no Round 1, quando ficou atrás de Michel Bourez por poucos décimos. No Round 3 Nat Young eliminou o brasileiro Miguel Pupo e nas quartas ele descontou sua derrota eliminando Michel Bourez da competição. Taj Burrow é local da West Australia e é outro surfista que esteve muito a vontade em toda a competição. Taj foi outro que só perdeu na sua bateria de estreia, no Round 1. Adriano de Souza foi um dos surfistas que mais cresceu na competição. No Round 1 o nosso Mineirinho perdeu para o havaiano Sebastian Zietz, no Round 2 eliminou o brasileiro Alejo Muniz, no Round 3 Mineiro vingou o brasileiro Filipe Toledo ao eliminar o neozelandês Ricardo Christie. No Round 4 Adriano de Souza perdeu para Taj Burrow e Julian Wilson em uma bateria onde o brasileiro não encontrou boas ondas, mas no Round 5 Mineiro começou sua arrancada rumo as quartas quando derrotou o australiano Josh Kerr, vice-campeão deste evento em 2014. Nas Quartas de Final Mineirinho venceu o 11 vezes campeão do mundo por 15.73 a 9.96 e garantiu a última vaga das quartas de final do Margaret River Pro. Um havaiano, um norte-americano, um australiano e um brasileiro. Três regulars e um goofy. Assim se desenharam as finais da competição.

 

SEMIFINAIS

HEAT 1 – John John Florence (HAW) x Nat Young (USA) – Nat Young começou a bacteria com duas ondas fracas e demorou para entrar no ritmo da competição. John John Florence começou bem mais forte e em sua primeira onda marcou 8.17, uma onda um tanto valorizada pelos juízes. Na sequencia John John marcou 8.70 e colocou Nat Young em combinação de ondas. Faltando poucos minutos para  o termino do confronto Nat Young marcou 8.17 mas ficou nisso. Os surfistas passaram 2 minutos boiando e a bateria acabou com a vitória de John John Florence por 16.87 a 12.90.

 

HEAT 2 – Taj Burrow (AUS) x Adriano de Souza (BRA) – Taj Burrow saiu na frente com uma boa esquerda que lhe rendeu 7,50. Mineiro começou com um 5.50 e na sequencia fez uma boa direita e marcou 6.60. Taj estava surfando em casa, mas era o Mineiro quem estava mais sintonizado com as ondas e aumentou sua vantagem com uma onda 6,63. Taj ficou precisando de 6.16 mas essa onda não veio e o Mineiro foi para a sua segunda final consecutiva na Austrália.

 

FINAL

John John Florence (HAW) x Adriano de Souza (BRA) Adriano de Souza começou a bateria com uma boa direita de três manobras e com uma boa finalização e marcou 8.93 (teve juiz dando 9.3). John John fez uma manobra só e marcou 7.00. John John passou a frente da bateria marcando 7.87. Adriano retomou a liderança ao marcar 8.60 com uma onda menor, mas muito bem surfada. John John na sequencia pegou a melhor onda da bateria e marcou 9 pontos.  Fatando 10 minutos, John John precisava de 8.53 mas essa nota não veio e Adriano de Souza se consagrou como o grande campeão do Margaret River Pro. Mais uma vitória em onda clássica no curriculum do Mineirinho.

 

Adriano de Souza é o novo líder do ranking mundial da WSL, com 24.500 pontos. Em 2º vem Mick Fanning com 16.950 pontos , em 3º o brasileiro Filipe Toledo com 15.700 pontos , em 4º Julian Wilson com 14.950 pontos e em 5º Nat Young com 14.750 pontos . Veja o ranking completo e atualizado aquihttp://www.worldsurfleague.com/athletes/tour/mct

Deixe seu comentario

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>